OBJETIVOS
Os objetivos pretendidos com estas aulas podem ser definidos com uma única palavra: AUTONOMIA
Não ter pressa que ele adquira técnicas e domine a água.
Não pregar partidas inesperadas, de modo a que o bebé não perca a confiança na segurança que os pais lhe oferecem.
Não querer que o bebé se separe da mãe/pai rapidamente. Pode atrasar mais a autonomia, forçando a uma separação.
Não dramatizar as situações que eventualmente possam acontecer (beber água, engasgar-se, ter água nos olhos, nos ouvidos…) e devolver a segurança ao bebé. Através da calma, dos carinhos e do riso.
Deixar o bebé conduzir a sua acção através das brincadeiras e do prazer que a água proporciona.

MATERIAL NECESSÁRIO:
FATO DE BANHO
TOUCA
ROUPÃO
CHINELOS
PRODUTOS DE HIGIENE E TOALHA

METODOLOGIA
HORÁRIO
sob consulta

DURAÇÃO DA AULA
30 minutos

Nº MÁXIMO DE CRIANÇAS POR AULA
6 bebés

ACOMPANHANTES
Preferencialmente Mãe ou Pai

Portanto,
Não espere que o seu bebé aprenda a nadar mas que saiba estar na água com à vontade, prazer e segurança.
Apresentar a um bebé um meio aquático é, desde cedo, não só evitar os medos da água, mas também assegurar a possibilidade de começar a aprender algumas técnicas de natação, logo que o seu controlo motor lhe permita coordenar os seus movimentos.

EXPERIMENTE GRATUITAMENTE

”Pretende-se com as aulas de “Atividades Aquáticas para Bebés” fazer descobrir, pelos pais as espantosas capacidades dos seus filhos, desde que se lhes dê confiança e que estes evitem manipulá-los como objetos passivos…”
(Adaptado de Azemar, 1976)